Dúvidas

1. Qual a maneira correta de usar filtro solar?

O filtro solar deve ser usado diariamente, mesmo em dias nublados ou chuvosos, em todas as áreas expostas ao sol. O ideal é utilizar um produto adequado ao seu tipo de pele, com proteção contra os raios UVB (FPS no mínimo 30) e UVA (PPD), além de reaplicá-lo a cada 3 horas. O uso diário do filtro solar deixará a pele mais saudável, retardando o envelhecimento precoce e diminuindo o risco de câncer de pele.

2. Como reconhecer um câncer de pele?

- Fique atento a feridas na pele que não cicatrizam, mesmo indolores.
- Pintas com mudanças abruptas de coloração, tamanho, forma ou que sangrarem.

3. Posso fazer bronzeamento artificial?

A Sociedade Brasileira de Dermatologia condena formalmente o bronzeamento artificial que pode causar o envelhecimento precoce da pele (rugas e manchas) e formação de câncer de pele.

4. Quanto tempo dura o botox?

A toxina botulínica promove melhoria das rugas de expressão por meio de relaxamento de músculos específicos. A ação da toxina inicia-se após 48 horas do procedimento, atingindo o resultado máximo em até 15 dias. A paralisia muscular permanece por um período entre 4 a 6 meses.

5. Quais cuidados devo ter em relação ao botox?

A toxina botulínica só pode e deve ser aplicada por médicos especializados, profissionais que conheçam a anatomia da região e as características da substância utilizada. Desconfie de tratamentos extremamente baratos (a toxina botulínica é cara), aplicações em salão de beleza e clínica de estética, aplicação por profissionais que não são médicos, festa ou clube do botox.

6. Qual a diferença entre o botox e o preenchimento?

A toxina botulínica é utilizada para prevenção e tratamento das rugas dinâmicas, ou seja, aquelas que aparecem ou pioram com o movimento da face (mímica facial). É um tratamento a nível muscular. Já o preenchimento é utilizado para repor volume na derme, melhorando o aspecto de rugas moderadas ou profundas, sulcos (bigode chinês, olheiras), além de harmonizar o contorno facial.

7. Qualquer pessoa pode fazer “peeling”?

Não. É muito importante a avaliação e indicação por um dermatologista. Dependendo do tipo de ácido e da concentração utilizada, o peeling atinge uma profundidade variável, podendo ser superficial, médio ou profundo. É importante respeitar o seu tipo de pele, sabendo que nem todo tratamento está indicado ou pode ser feito em você. Se feito de maneira incorreta, o peeling pode deixar manchas permanentes ou cicatrizes.

8. Estrias têm tratamento?

Sim, principalmente as estrias avermelhadas. Com o tratamento correto elas podem desaparecer por completo. As estrias esbranquiçadas são mais tardias e necessitam de tratamentos mais invasivos. Atualmente existem técnicas combinadas com ótimos resultados.